O idioma inglês no currículo é importante?

Publicidade:

O momento de confeccionar o currículo traz muitas dúvidas, como, por exemplo, o que é relevante para fazer parte dele, esse é o caso do inglês.

Durante a criação, pode-se perguntar se é necessário colocar o seu inglês, no qual não é avançado, se isso irá te fortalecer ou enfraquecer o currículo.

Publicidade:

Para responder isso, é preciso lembrar que o ensino de um segundo idioma, vem se tornado comum em muitas escolas brasileiras, ou seja, na educação do país.

O estudo do inglês é certamente o carro chefe entre as línguas aprendidas devido ao fato de ser um idioma considerado universal, no qual é conhecido em todo o mundo.

Portanto, você já deve ter uma resposta e certa ideia da importância do inglês ou de outros idiomas no currículo, passando a sua primeira impressão profissional.

Publicidade:

Prossiga com a leitura e saiba mais sobre a importância do inglês no currículo, como colocar o nível do seu inglês e mais dicas para rechear o seu currículo!

Aprenda a preencher um Currículo Funcional!

Construindo um currículo

Primeiramente, antes de começar a fazer um currículo, é preciso saber o que é um currículo funcional. O curriculum vitae funcional consiste em um currículo voltado para as habilidades, técnicas ou emocionais, de um indivíduo, além das experiências deste. O currículo funcional diverge do currículo cronológico no qual, por sua vez, consiste em um documento no qual destrincha, pelo passar do tempo, a carreira de alguém. Esses são modelos de currículo nos quais você pode escolher de modo a adentrar o mercado de trabalho. Currículos de primeiro emprego geralmente são funcionais, pois as pessoas ainda não criaram experiências.

inglês no currículo

Inglês no currículo

Primeiramente, o inglês é considerado um dos aspectos de habilidade mais importantes, seja no currículo funcional ou até no cronológico. Portanto, é possível destacar o conhecimento em idiomas ao preencher o currículo. O domínio de uma língua além do idioma local, consiste em um diferencial em processos de seleção. Se o idioma for inglês, o mínimo de conhecimento sobre a língua já será um ponto forte atrelado à sua imagem. Pois, os recrutadores estão atentos às possibilidades onde um colaborador com competência intercultural pode fornecer.

Caso tenha alguma certificação de inglês, mantenha-a sempre por perto e não deixe de colocar a escola de formação ou do provedor da certificação, entre parênteses, ao lado do nível de conhecimento. Sendo assim, também é possível destrinchar sua habilidade com o inglês segundo as categorias “nível de leitura”, “nível de escrita” e “nível de conversação”. Essas categorias garantirão um aspecto mais detalhado e esclarecedor para quem estiver fazendo a análise do seu currículo.

Outros idiomas importantes no currículo

Conforme já foi explicado, a relevância da língua inglesa como habilidade e sua inserção no currículo, mas isso não quer dizer que outros idiomas tenham menor importância. Pois, em um mercado cada vez mais competitivo, suas habilidades são ouro e precisam ser expostas de maneira sábia. Com isso, caso tenha conhecimento em alguma outra língua, exponha e siga as categorias explicadas no tópico anterior. Quem sabe você fale justamente a língua na qual a empresa precisa?

No caso do Brasil, outra língua importante é o espanhol, devido à proximidade com países nos quais têm esse idioma como materno. O francês é a língua da diplomacia e também pode ajudar muito em processos de negociação. Seja qual for a sua segunda linguagem, saiba trazer esse aspecto ao seu favor. Mantenha sempre com inglês no currículo atualizado e boa sorte!

Inglês no currículo: como se sair bem na entrevista?

Seu currículo deixou uma boa impressão e você foi chamado para realizar uma entrevista em inglês? Primeira dica: sem pânico! Mantenha a calma, será uma grande aliada nessa parte do processo seletivo e o entrevistador não esperará mais do que está no currículo. Por isso, seja sincero quando informar seu nível de conhecimento de inglês. Como segunda dica: saiba onde está pisando! Prepare um texto base ou traduza frases nas quais você comumente falaria em uma entrevista em português e se acostume com elas.

Pesquise possibilidades de respostas, perguntas e se possível, treine de frente ao espelho se atentando à pronúncia das palavras e se sua fala está entendível. E nunca se esqueça: o entrevistador não será nenhum bicho de sete cabeças, portanto seja natural e se mostre confiante, ele perceberá isso. Sendo assim, caso tenha encontrado alguma vaga interessante no LinkedIn, leia a descrição da vaga e verifique a importância do inglês. Portanto, se esse artigo foi útil, compartilhe e confira outras dicas em nosso Blog!

Saiba mais sobre o Currículo Cronológico!

Por Redação em 21/01/2021